O que significa creatinina alta? - Laboratório Verner Willrich

Por: - Farmacêutica Bioquímica - CRF-SC 3380
Publicado em 20/04/2019

O que significa creatinina alta?

O que significa creatinina alta?

O nosso sangue apresenta um grande número de substâncias, que são usadas no organismo para a manutenção das funções vitais. Entre elas, está a creatinina. A substância origina-se da proteína creatina, produzida no fígado, rins e pâncreas, sendo transportada para os músculos e cérebro. Ela é essencial como composto de reserva energética e no processo de contração muscular.

Ouça este conteúdo 

 

 

Mas, além disso, a quantidade de creatinina no sangue pode avaliar como a saúde dos rins. Por esse motivo, o exame para avaliar a quantidade da substância no sangue ou na urina é um dos mais pedidos pelos médicos, em especial, nos casos de creatinina alta – o que significa que os rins não estão conseguindo eliminar e filtrar corretamente o material, que permanece acumulado no organismo.

Se houver identificação de creatinina alta, significa que os rins não estão trabalhando corretamente, nem para a eliminação da substância, bem como na dispersão de resíduos metabólicos que, em muitos casos, podem ser prejudiciais à saúde. Ou seja, o aumento na creatinina no sangue pode ser um sinal de insuficiência renal.

Vale ressaltar que a creatinina por si só é apenas um marcador das funções dos rins. Ou seja, ela não faz mal ao organismo. No entanto, o acúmulo de toxinas pode agravar a situação e trazer inúmeros malefícios ao corpo.

 

Como saber se estou com a creatinina alta?

O exame de sangue ou urina é o primeiro passo para saber se você está com a creatinina alta. Mas, em alguns casos, é possível se prevenir e pedir os exames antecipadamente, antes que você apresente sintomas de insuficiência renal. Por isso, preste atenção se:

Com atenção aos seus hábitos diários já é possível cuidar-se para controlar os níveis de creatinina. Caso você já esteja sofrendo da desregulação, seu organismo apresentará alguns sinais característicos. Conheça, a seguir, os mais comuns.

Alguns sintomas da creatinina alta

Além de observar o seu histórico, alguns sintomas podem ser indicativos de creatinina alta no sangue. São eles:

  • cansaço excessivo;
  • inchaço nos membros superiores e inferiores (pernas e braços);
  • falta de ar;
  • náuseas e vômitos;

Casos especiais: atletas e grávidas

Vale ressaltar que atletas e fisiculturistas costumam apresentar doses elevadas de creatinina, em comparação com pessoas “normais”. Isso porque a prática frequente de exercícios físicos tende a aumentar a quantidade da substância no organismo. Nesses casos, são feitos exames especiais considerando a frequência da atividade física.

No caso de mulheres grávidas, pode haver a necessidade de dosagem da creatinina, sob orientação médica, em especial, se houver elevação gradual da pressão arterial – ou seja, a condição de pré-eclâmpsia. Por isso, mulheres grávidas devem ter um acompanhamento constante e manter os exames em dia.

Preparação para o exame de creatinina

Geralmente, o exame para a avaliação de creatinina alta é feito com a coleta de sangue. Recomenda-se o mínimo de 3 horas de jejum, porém, esse tempo pode variar, dependendo da indicação. É importante que o paciente também leve todos os medicamentos que usa, antes de realizar o exame, já que os resultados podem aparecer alterados dependendo da medicação.

Não há recomendações para o pós-exame de creatinina alta, sendo que o paciente pode voltar às suas atividades normalmente, após o procedimento. Também não há contraindicações.

Conte com o LabVW para realizar seus exames de creatinina, nas unidades em Brusque, Blumenau, São João Batista e Nova Trento. Você pode, também, solicitar atendimento domiciliar.

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.

Material escrito por:
Farmacêutica Bioquímica - CRF-SC 3380

Adriana Helena Sedrez é farmacêutica bioquímica especialista em Microbiologia Clínica pela PUC-PR. Na LabVW, Adriana coordena o setor de Hematologia Clínica, é gerente de Recursos Humanos e responsável pelo Atendimento ao Cliente.