4 coletas de material para exames laboratoriais - Laboratório Verner Willrich

Por: - Farmacêutica Bioquímica - CRF-SC 3380
Publicado em 08/08/2019

4 coletas de material para exames laboratoriais

4 coletas de material para exames laboratoriais

Os exames laboratoriais são procedimentos que avaliam diversos aspectos do nosso organismo, além de ajudar no diagnóstico precoce de doenças. Por esse motivo, muitos médicos exigem a realização desses exames periodicamente, como um check-up, para verificar como anda a saúde dos pacientes.

Ouça este conteúdo:

Dessa maneira, os exames laboratoriais ajudam a reduzir as dúvidas médicas sobre o histórico do paciente e, além disso, ajudam no diagnóstico e no tratamento adequado. 

No entanto, para que os resultados sejam satisfatórios e confiáveis, é imprescindível que todas as fases, desde o atendimento ao paciente até a entrega dos resultados, sejam seguidas rigorosamente. Uma das etapas mais importantes são as  as coletas de material que serão analisados, que podem ser feitas em laboratório ou em casa.

As variáveis que envolvem a coleta de material

Um ponto importante na realização dos procedimentos de coletas de material é ter em mente que o paciente não é um agente neutro. Isso quer dizer que, dentro de um determinado contexto, existem variáveis referentes ao indivíduo que podem influenciar nos resultados dos exames. São as chamadas “condições pré-analíticas”, que envolvem: 

  • a variação cronobiológica; 
  • o gênero; 
  • a idade; 
  • a regularidade das práticas de atividade física; 
  • o tempo de jejum; 
  • dietas e 
  • uso de drogas (para fins terapêuticos ou não).

Após abordar o paciente quanto às variáveis, o laboratório pode realizar a coleta do material, sendo possível obter resultados em função das informações fornecidas ou coletadas.

4 formas de coletar material para exames laboratoriais

1. Exame de sangue

O exame de sangue é um dos exames laboratoriais mais comuns. Com a amostra, é possível verificar uma série de condições do organismo e, ainda, diagnosticar doenças crônicas e outras enfermidades. Para a coleta do material o paciente, em geral, precisa estar em jejum.

A coleta de sangue é feita por meio da punção venosa, com o uso de seringa e agulha. Deve-se higienizar o local da punção e as mãos do profissional, como forma de prevenir a contaminação direta do paciente e da amostra. No LabVW, utilizamos um sistema de coleta alemão, que garante mais segurança para a amostra, maior rapidez e, consequentemente, com menos dor ao paciente. .

2. Exame de urina

Para os exames de urina, recomenda-se que o paciente despreze o primeiro jato,  colha o segundo, terceiro ou volume total de uma micção, conforme solicitação médica. É imprescindível que a urina seja colocada em um frasco limpo e estéril que é fornecido pelo laboratório.

É importante que o paciente verifique se o frasco foi totalmente vedado, a fim de evitar possíveis contaminações ou perda da amostra. Para a coleta do material, o paciente não deve ter feito uso de contraste radiológico em até 48 horas antes do exame.

3. Exame de fezes

Para a coleta de material biológico fecal, deve-se utilizar frascos com conservante, que irão manter a qualidade da amostra, com permanências íntegra das formas parasitárias. O exame deve ser feito em até 30 dias após a coleta das fezes e adição no líquido conservante.

O próprio paciente pode fazer a coleta do material, sendo necessário anotar o horário e entregar a amostra ao laboratório. No LabVW, os frascos de coleta contém substância conservadora que permitem ao paciente manter a amostra fora da geladeira por até 30 dias.

No entanto, também existem exames de fezes que precisam ser coletados em potes sem conservantes. Nesses casos, o prazo para manter a amostra fora da geladeira não é o mesmo. 

4. Coleta de material genital

Esse procedimento é, geralmente, realizado por médico ginecologista ou urologista. Para as mulheres, recomenda-se que não estejam menstruadas, não tenham relações sexuais, feito o uso de ducha vaginal ou lavagem interna em até 48 horas e que esteja há pelo menos 2 horas sem urinar. Após a coleta do material genital, a amostra é enviada ao laboratório para análise.

Todos os procedimentos de coleta de material devem ser realizados com acompanhamento médico e as análises devem ser feitas por laboratório competente. O LabVW oferece o diferencial de realizar a coleta de material dos exames ginecológicos diretamente nas unidades, por uma técnica em enfermagem, para garantir maior conforto para a paciente. 

Conheça as unidades do LabVW e agende a sua coleta na unidade mais próxima!

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.

Material escrito por:
Farmacêutica Bioquímica - CRF-SC 3380

Adriana Helena Sedrez é farmacêutica bioquímica especialista em Microbiologia Clínica pela PUC-PR. Na LabVW, Adriana coordena o setor de Hematologia Clínica, é gerente de Recursos Humanos e responsável pelo Atendimento ao Cliente.