Quais são os níveis aceitáveis do hemograma? - Laboratório Verner Willrich


Publicado em 01/09/2019 - Atualizado 18/09/2019

Quais são os níveis aceitáveis do hemograma?

Quais são os níveis aceitáveis do hemograma?

A contagem das células do sangue, o famoso hemograma, é um dos dados mais importantes para avaliar as condições de saúde do paciente, sendo possível realizar o diagnóstico de doenças, como anemia e doenças infecciosas. Por esse motivo, o hemograma é um dos procedimentos mais requisitados durante o check-up e, normalmente, deve ser feito periodicamente, segundo orientação médica.

Ouça este conteúdo:

 

Os níveis aceitáveis do hemograma, isto é, os valores de referência foram estabelecidos em meados dos anos de 1960, de acordo com os índices presentes em 95% da população mundial sadia. Contudo, cerca de 5% das pessoas, mesmo que sem problemas de saúde, podem apresentar níveis destoantes dos valores de referência, além das modificações de acordo com o sexo e idade. Sendo assim, é importante que o médico avalie os dados do hemograma, pois nem sempre as variações são indicativas de alguma doença.

Um organismo “normal”, ou seja, com os níveis aceitáveis no hemograma, é capaz de produzir e destruir as células, para o perfeito equilíbrio. Dessa forma, uma pessoa considerada “sadia” é aquela em que o organismo é capaz de evitar infecções, sangramentos e, além disso, tem um fornecimento adequado de oxigênio nas células.

Valores de referência no hemograma

O hemograma avalia as três principais células presentes no sangue, que são:

 

  • Hemácias: também conhecidas como “glóbulos vermelhos”; são responsáveis pelo transporte de oxigênio no organismo;
  • Leucócitos: chamados “glóbulos brancos”, atuam na defesa do organismo e no combate a infecções;
  • Plaquetas: são fragmentos de células produzidos na medula óssea e ajudam na coagulação do sangue.

 

Atualmente, o hemograma completo realiza a contagem diferencial de leucócitos em cinco tipos: neutrófilos, linfócitos, monócitos, eosinófilos e basófilos. 

Os níveis aceitáveis de hemograma também incluem os valores da hemoglobina (proteína das hemácias), hematócrito (massa da hemácia em relação ao volume sanguíneo), o Volume Corpuscular Médio (VCM), a Hemoglobina Corpuscular Média (HCM) e a Concentração de Hemoglobina Corpuscular Média (CHCM).

Os valores de referência em níveis considerados aceitáveis devem ser vistos em função da idade e sexo do paciente. Além disso, em caso de doenças crônicas os valores também são alterados. Por esse motivo, é preciso considerar as particularidades de cada pessoa na análise do hemograma.

Quais doenças podem ser detectadas com o hemograma?

O exame de sangue completo, no caso do hemograma, é capaz de detectar uma série de doenças. O procedimento também é usado para analisar:

  • a resposta do organismo a um determinado tratamento (medicamentoso ou com radiação);
  • a saúde das grávidas;
  • as condições de saúde de um paciente pós-cirúrgico;
  • doenças no sangue, como leucemia;
  • causas de sintomas relacionados à fadiga, cansaço, perda ou ganho de peso não intencional, entre outros.

Quem precisa realizar o hemograma completo, pode tirar dúvidas sobre o exame e procedimentos de coleta diretamente no WhatsApp do LabVW.

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.