Exame preventivo: saiba com que frequência realizá-lo - Laboratório Verner Willrich

06.08.2018 | por

Exame preventivo: saiba com que frequência realizá-lo

Exame preventivo: saiba com que frequência realizá-lo

O exame preventivo é realizado como uma maneira de detectar as alterações nas células do colo do útero. Assim, é capaz de rastrear doenças sexualmente transmissíveis (DST), bem como indícios do câncer de colo do útero.

 

Também chamado de Papanicolau, o exame preventivo é bastante eficaz para detectar lesões de forma antecipada, antes mesmo que os sintomas apareçam. Dessa forma, realizar o exame periodicamente auxilia no diagnóstico precoce, afim de reduzir a mortalidade pela incidência do câncer de colo do útero.

Como é feito o exame preventivo?

O exame preventivo é realizado por meio de uma coleta da secreção do colo do útero, utilizando uma espátula e uma escovinha. O material resultante é guardado em uma lâmina de vidro para o estudo microscópico.

 

O exame é rápido e simples, podendo causar um leve incômodo, que normalmente é suportável. Após o exame, é fundamental que a paciente se atente à data estipulada para pegar o resultado.

Recomendações do exame preventivo

Recomenda-se que todas as mulheres em atividade sexual ou as que já tiveram relações sexuais recorram ao exame. O período de maior indicação para o exame preventivo é de 25 a 59 anos.

Caso o resultado aponte alguma alteração, o médico deverá encaminhar a paciente para exames mais aprofundados e, se confirmar o diagnóstico, indicará o respectivo tratamento.

Cuidados para o exame preventivo

É importante que, antes da realização do exame, alguns cuidados sejam tomados, nos dois dias (48 horas) que antecedem o procedimento:

 

  • não ter relação sexual (nem mesmo com preservativo);
  • não fazer uso de duchas;
  • não utilizar nenhum medicamento vaginal;
  • não fazer uso de anticoncepcional local;
  • não realizar o exame no período menstrual para não alterar os resultados.

O que é câncer de colo do útero?

Esse tipo de câncer demora anos para se desenvolver. Todavia, a medida que o quadro avança, é possível aparecer dor, corrimento e sangramento vaginal como sintomas principais.

 

A principal causa do câncer de colo do útero é a infecção pelo vírus HPV (Papiloma Vírus Humano). A atividade sexual precoce, assim como múltiplos parceiros, tabagismo e má higiene íntima podem agravar a infecção.

Prevenção

O colo do útero se localiza no final da vagina. O fato de se posicionar entre os órgãos externos e internos o torna mais exposto ao risco de contrair doenças. Dessa forma, ao fazer o exame preventivo é possível evitar a doença, já que o diagnóstico precoce favorece o resultado negativo para o câncer.

 

É importante ressaltar que, embora as lesões que precedem o câncer de colo do útero não apresentem sintomas, são capazes de ser diagnosticadas pelo exame preventivo. Caso seja descoberto na fase inicial, as chances de cura são bem altas. Por isso, esteja atento ao cuidado com a saúde ginecológica e mantenha os exames em dia. Prevenir é se cuidar.

 

Gostou do tema? Acompanhe mais sobre os exames fundamentais para a prevenção da saúde no e-book gratuito “Tudo o que você precisa saber para acertar na escolha do seu laboratório de análises clínicas”.