Coronavírus: como funciona o diagnóstico da doença e como se prevenir - Laboratório Verner Willrich

Por: - Farmacêutica Bioquímica - CRF-SC 3380
Publicado em 18/03/2020

Coronavírus: como funciona o diagnóstico da doença e como se prevenir

Você provavelmente está muito preocupado(a) com o Coronavírus, doença que se tornou uma pandemia ao redor do mundo todo e que agora, vem infectando os brasileiros. Essa enfermidade é oficialmente conhecida como COVID-19, sigla em inglês para “coronavirus disease 2019” (doença por coronavírus 2019, por isso o número na sigla).

Por conta dessa grande importância, criamos este artigo para conscientizar você sobre o que é esse vírus, como ele pode ser transmitido, quais são os sintomas e tratamento e também as formas de prevenção. Vem com a gente:

Em primeiro lugar, o que é o Coronavírus?

De acordo com o Ministério da Saúde, o Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. Esse novo agente dele, que estamos conhecendo agora, foi descoberto no último dia de 2019, logo após os casos registrados na China. Esse vírus pode ficar viável em superfícies por até 9 dias.

Como esse vírus pode ser transmitido?

Infelizmente, esse vírus é de fácil transmissão. Uma pessoa contaminada, se estiver cerca de até 1 metro próxima de outra pessoa saudável, pode fazer a contaminação. E o coronavírus é transmitido de várias formas: por gotícula de saliva, catarro, espirro, tosse, contato físico (aperto de mão, beijo, abraço, toque…) e também contato direto com objetos ou superfícies que foram contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos da pessoa.

Quais são os sintomas?

Qualquer pessoa pode pegar o Coronavírus. No entanto, o grupo de risco são pessoas mais velhas, a partir de 60 anos, e também pessoas que possuem algum problema respiratório ou que já estejam doentes. O quadro pode variar de leve a moderado, como se fosse uma gripe. Porém alguns podem se tornar mais graves, caso a pessoa contaminada esteja no grupo de risco mencionado. Em casos extremos, pode sim levar a óbito.

Os sintomas também variam. A maioria das pessoas infectadas relataram ter febre, tosse seca e cansaço. Mas outros sintomas também podem aparecer, de maneira variada, como: tosse com catarro espesso, falta de ar, dor de cabeça e nas articulações, arrepios, náusea, vômito e diarreia. Para você ter ideia, de acordo com o site Uol, 4% das pessoas infectadas relataram ter diarreia, enquanto 88% disseram ter febre.

Como é feito o tratamento do Coronavírus?

Não existe um tratamento específico para infecções causadas por coronavírus humano. Porém, é indicado bastante repouso e consumo de muita água, além de medidas a fim de aliviar os sintomas, como por exemplo o uso de medicamentos para dor e febre (antitérmicos e analgésicos).

Como prevenir o contágio

Como se trata de uma epidemia, os cuidados são ainda maiores para evitar a proliferação desse vírus. Como método de prevenir aglomerações, vários eventos foram cancelados ou adiados no Brasil e isso tornou-se uma grande campanha pelo país: ficar em casa. A quarentena é uma grande aliada ao combate ao vírus, então se você pode fazer home office (trabalhar de casa) é muito mais indicado do que sair, pegar transporte público, entrar em prédios muito movimentados e ter contato com muitas pessoas. Só saia de casa se for extremamente necessário. No momento, todo cuidado é pouco.

Porém, há pequenas medidas de segurança que você pode fazer para evitar o contágio, confira:

– Leve as mãos com água e sabão de maneira FREQUENTE;
– Use álcool em gel após lavar as mãos ou quando não puder levá-las;
– Cubra a boca com o seu braço ao espirrar ou tossir;
– Evite aglomerações, mesmo se não estiver doente;
– Não compartilhe objetos pessoais, como toalhas, talheres, copos, etc;
– Mantenha os ambientes muito bem ventilados;
– Sem toque de mão, abraços e beijos ao cumprimento

Estou me sentindo mal. Quando devo ir ao hospital?

Essa é uma das perguntas mais levantadas nos últimos dias e uma situação que deve ser levada com muita cautela. Segundo a recomendação do ministério da saúde, a pessoa que estiver se sentindo mal, com febre e sintomas respiratórios somente deve procurar um hospital ou solicitar o teste para o Coronavírus se tiver viajado para o exterior nos últimos dias ou então tiver contato com alguém que estava/está infectado. Já o Secretário Estadual de Saúde, Nésio Fernandes, afirma que as pessoas devem procurar atendimento médico se sentirem os sintomas de maneira muito intensa, incluindo dificuldade de respirar.

Essas medidas servem para não sobrecarregar os hospitais com casos negativos, pois o COVID-19 pode ser confundido com outras gripes ou simples resfriados. E, dessa forma, pessoas que estiverem realmente doentes no hospital ficarão esperando por muitas horas o atendimento. Portanto, informe-se e fique atento aos sintomas, caso você tiver. E, em hipótese alguma, se você se sentir mal, não saia de casa. E se puder evitar, fique em casa mesmo estando saudável.

Este foi o nosso artigo sobre como funciona o diagnóstico do Coronavírus e como se prevenir. Envie esse conteúdo para seus amigos e familiares e mantenha-se seguro!

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.

Material escrito por:
Farmacêutica Bioquímica - CRF-SC 3380

Adriana Helena Sedrez é farmacêutica bioquímica especialista em Microbiologia Clínica pela PUC-PR. Na LabVW, Adriana coordena o setor de Hematologia Clínica, é gerente de Recursos Humanos e responsável pelo Atendimento ao Cliente.

Veja também: