5 frutas que diabéticos podem comer - Laboratório Verner Willrich

03.10.2018 | por

5 frutas que diabéticos podem comer

5 frutas que diabéticos podem comer

Qual será a orientação alimentar ideal para os diabéticos? Após o diagnóstico de diabetes, as pessoas tendem a ficar desanimadas com a restrição alimentar a que são submetidas, entre elas o consumo moderado de frutas.

A diabetes é uma doença ocasionada pelas altas taxas de glicose no sangue, o que chamamos de hiperglicemia.

Isso acontece quando há alguma alteração na secreção ou na ação da insulina, hormônio produzido pelo pâncreas que tem como função permitir a entrada de glicose para as diversas células do organismo e suas respectivas atividades.

Por isso, a falta de insulina leva a um acúmulo de glicose na corrente sanguínea e consequentemente ao desenvolvimento da diabetes.

Vamos conhecer um pouco mais sobre como deve ser a alimentação após o diagnóstico de diabetes?

Qual a alimentação ideal para os diabéticos?

Uma mudança na maneira de se alimentar pode ser difícil inicialmente, mas no decorrer do tempo, os diabéticos passam a agradecer esse novo estilo de vida, que tende a torná-los cada vez mais saudáveis. Assim, com uma alimentação balanceada, é possível conviver muito bem com a doença.

Por isso, os alimentos destinados aos diabéticos devem ser destinados para fazer o controle glicêmico e manter a doença sob controle. Chamamos de índice glicêmico uma indicação da velocidade em que o carboidrato presente em um alimento é capaz de chegar ao sangue e alterar a glicemia.

Dessa forma, os alimentos com baixo índice glicêmico proporcionam alguns nutrientes importantes ao organismo do diabético. Por exemplo, alimentos ricos em potássio; cálcio; magnésio; fibras solúveis e vitaminas A, C e E são fundamentais para a dieta de diabetes.

Inclusive, dentro da alimentação do diabético, existe uma dúvida frequente sobre o consumo de frutas. Será que os diabéticos podem comer todas as frutas?

Conheça as frutas que os diabéticos podem comer

É muito importante que o diabético consuma frutas regularmente, pois são ricas em vitaminas, minerais e fibras solúveis.

No entanto, as frutas contém frutose, uma espécie de açúcar natural, mas que não eleva os níveis de açúcar no sangue significativamente, já que possuem uma absorção mais lenta no intestino, assim como uma metabolização mais devagar do fígado.

Por outro lado, os sucos de frutas possuem a frutose ainda mais concentrada, por isso, é mais indicado que os diabéticos consumam as frutas em sua forma original do que ingerir o suco concentrado das mesmas.

Embora a frutose seja uma fonte natural de açúcar, é fundamental esclarecer que as frutas devem ser consumidas com moderação. Consulte um nutricionista para orientar as quantidades exatas liberadas para o seu caso.

Mas quais são as frutas liberadas para os diabéticos?                  

Morango

O morango é rico em fibras e mantém os níveis de açúcar no sangue controlados. Além disso, os nutrientes presentes na fruta, chamados polifenois, são eficazes em retardar a digestão de carboidratos simples, o que demanda menos insulina para normalizar as taxas de glicose na corrente sanguínea.                                               

Limão

limão diminui a viscosidade do sangue, o que é importante para o paciente diabético, que pode sofrer de trombose como consequência da doença. Além disso, o limão é rico em vitamina C e fibras solúveis, assim como é capaz de diminuir o índice glicêmico quando combinado com outros alimentos.

Cereja

As cerejas contêm um baixo índice glicêmico e podem ser consumidas pelos diabéticos, desde que seja sua versão natural e não industrializada. A alta concentração de flavonoides também contribuem para propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes e antivirais.                                   

Maçã

Os diabéticos devem consumir a maçã com casca, para maior absorção de suas fibras e nutrientes. A maçã é uma fruta importante para os diabéticos pois possui uma fibra peculiar chamada pectina, responsável pelo controle da glicemia e redução do colesterol ruim.

Abacate

abacate é rico em uma gordura que aumenta o colesterol bom, além de deixar o processo de absorção dos alimentos mais lento. Embora seja uma fruta muito calórica e deva ser consumida moderadamente, é indicada para os diabéticos.

Atenção aos alimentos

Após descobrir o diabetes, é fundamental procurar um nutricionista para entender um pouco mais sobre o novo estilo alimentar que está prestes a começar. Por isso, siga corretamente o plano alimentar recomendado e prepare-se para uma nova vida.

Esteja atento, pois se a alimentação do diabético estiver desequilibrada, é possível que haja um descontrole da doença, levando a inúmeras complicações graves.

Gostou do artigo? Compartilhe com seus amigos, a alimentação saudável deve ser um hábito não apenas para controle do organismo, mas para todos que buscam qualidade de vida.

Fontes:

Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia  

Falar pelo WhatsApp