Como as intolerâncias alimentares são identificadas - Laboratório Verner Willrich

Por: - Farmacêutica Bioquímica - CRF-SC 3380
Publicado em 28/02/2019

Como as intolerâncias alimentares são identificadas

Como as intolerâncias alimentares são identificadas

Reconhecer as intolerâncias alimentares individuais está se tornando cada vez mais comuns nos últimos anos. A facilidade para descobrir intolerâncias à lactose ou ao glúten, por exemplo, foi possibilitada pelo desenvolvimento biotecnológico que envolve os exames clínicos, permitindo identificar diferentes tipos e níveis de intolerância.

Caso você já tenha experimentado sensações de desconforto ao consumir alimentos específicos, é possível que o seu organismo possa estar demonstrando uma intolerância, alergia ou sensibilidade alimentar. Mas, para ter certeza disso, é fundamental procurar ajuda médica e realizar exames de sangue para confirmar o diagnóstico do problema, que apresenta tratamentos diferentes para cada caso.

Continue lendo o artigo e conheça um pouco mais sobre esse assunto que pode trazer complicações sérias, caso não seja tratado corretamente.

Intolerâncias alimentares: o que acontece com o organismo?

A intolerância alimentar acontece quando o organismo encontra-se incapaz de absorver o açúcar de alguns alimentos, em decorrência da ausência de enzimas que fazem esse processo. Isso faz com que o açúcar fique acumulado no organismo, levando à saturação da substância.

É comum que as intolerâncias alimentares tornem-se ainda mais recorrentes à medida que envelhecemos, já que o corpo torna-se cada vez mais lento na produção dessas enzimas responsáveis por processar os alimentos.

Portanto, quando o organismo apresenta uma intolerância a determinado alimento, alguns sinais podem ser identificados, como, por exemplo:

  • aftas;
  • tontura;
  • náuseas e vômitos;
  • prisão de ventre;
  • diarreia;
  • arritmia cardíaca;
  • enxaqueca;
  • cólicas;
  • inchaço;
  • dores abdominais;
  • excesso de peso.

Além disso, outros sinais podem surgir a longo prazo, como  acne e eczema.

Os sintomas da intolerância alimentar costumam surgir cerca de algumas horas após a ingestão do alimento, podendo variar em relação à quantidade ingerida. Já no caso da alergia alimentar, os sintomas são imediatos.

Alergia alimentar e intolerância alimentar: qual a diferença?

É importante destacar que a intolerância alimentar e a alergia alimentar são dois processos diferentes, já que a reação alérgica aciona o sistema imunológico ao entrar em contato com o alimento, considerando-o como um corpo estranho. Já a intolerância alimentar não age dessa maneira, como já explicamos.

Por isso, ao notar desconfortos frequentes em relação a algum tipo específico de alimento, procure ajuda médica. Para realizar o diagnóstico, o especialista deverá recomendar alguns exames específicos que investigam as intolerâncias alimentares.

Testes laboratoriais identificam intolerâncias alimentares

São muitos os alimentos que provocam intolerância alimentar e felizmente, alguns laboratórios realizam exames eficientes para identificar a origem do problema. São testes bastante específicos que, a partir da coleta de sangue, detectam determinadas intolerâncias. Veja:

  • A200: uns dos exames mais avançados para identificação de intolerância alimentar. A amostra de sangue permite identificar intolerância a 200 tipos de alimentos pelas dosagens dos níveis dos anticorpos IgG(imunoglobulina G). O exame analisa desde intolerância a especiarias até a frutos-do-mar.
    • IA59: conhecido como Food Detective, é um dos exames mais tradicionais para identificar intolerâncias alimentares. Como o nome remete, o teste identifica a intolerância a 59 alimentos, como lácteos, glúten, legumes e peixes. Utiliza o mesmo método de identificação pela imunoglobulina G.
  • INTLACT, LACSW e LACTA: são exames específicos para verificar a intolerância à lactose.

Após a identificação da intolerância, o médico ou nutricionista poderá prescrever dietas e medicamentos para seu bem estar. Por isso, converse com o profissional responsável para mais informações, não se automedique ou faça escolhas alimentares sem consultá-lo.

A escolha do laboratório pode fazer toda a diferença

Ao fazer os exames para identificar as intolerâncias alimentares, certifique-se que seja feito por um laboratório de confiança e altamente especializado. Observe suas certificações e recomendações de conhecidos ou profissionais da saúde. A escolha adequada do laboratório contribuirá com um resultado assertivo e, consequentemente, no diagnóstico e tratamento das doenças causadas pelo consumo prejudicial de alimentos.

No LabVW, são realizados uma série de exames para identificar intolerância alimentares. Entre em contato com a nossa equipe para tirar dúvidas ou para agendar o seu exame. Realizamos coletas domiciliares.

Saiba quais critérios são importantes para escolher o laboratório ideal para suas análises clínicas em nosso ebook “Tudo o que você precisa saber para acertar na escolha do laboratório de análises clínicas”.

    Inscreva-se em nossa newsletter

    Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.

    Material escrito por:
    Farmacêutica Bioquímica - CRF-SC 3380

    Adriana Helena Sedrez é farmacêutica bioquímica especialista em Microbiologia Clínica pela PUC-PR. Na LabVW, Adriana coordena o setor de Hematologia Clínica, é gerente de Recursos Humanos e responsável pelo Atendimento ao Cliente.