O que são os marcadores tumorais? - Laboratório Verner Willrich

31.03.2018 | por

O que são os marcadores tumorais?

O que são os marcadores tumorais?

Uma dúvida muito comum é sobre o que são os marcadores tumorais. Também conhecidos como marcadores biológicos, são substâncias encontradas no sangue, na urina ou em outros fluídos corporais e tecidos, que podem estar em quantidades aumentadas, quando um determinado tipo de câncer está presente.

Portanto, os marcadores tumorais funcionam como indicadores da presença de câncer, e podem ser produzidos diretamente pelo tumor ou pelo organismo, em resposta à presença do “corpo estranho”.

O que são os marcadores tumorais e como se caracterizam

Os marcadores tumorais, em sua maioria, são proteínas ou pedaços de proteínas, incluindo antígenos de superfície celular, proteínas citoplasmáticas, enzimas e hormônios. Existem vários marcadores tumorais. Alguns estão ligados a um único tipo de câncer, enquanto que outros podem ser encontrados em mais de um tipo de tumor.

Para verificar a presença de um marcador tumoral, uma amostra de sangue ou urina do paciente é enviada para análise em um laboratório de análises clínicas. Às vezes, uma amostra do próprio tumor é encaminhada.

Entretanto, ter apenas os marcadores tumorais raramente é o suficiente para indicar a presença de um câncer. Em alguns casos, doenças benignas também podem aumentar os níveis de determinados marcadores tumorais. Por outro lado, nem todas as pessoas com câncer poderão ter níveis aumentados de um marcador tumoral.

Por essa razão, a maioria dos médicos usa apenas determinados marcadores tumorais. E, quando avalia o resultado de um marcador tumoral, leva em consideração o histórico do paciente, o exame físico, assim como os exames de laboratório e de imagem.

Perguntas frequentes sobre o que são os marcadores tumorais

O diagnóstico do câncer cria muitas dúvidas e inseguranças nos pacientes. Por isso, todos os questionamentos ao médico oncologista são válidos. É preciso que não fique nenhuma dúvida sobre o que são os marcadores tumorais no diagnóstico de um câncer.

Veja algumas sugestões de perguntas a serem feitas:

  • foi realizado estudo de marcadores tumorais no meu caso?
  • Como foi feito o estudo?
  • Eu tenho algum marcador tumoral com o nível elevado?
  • O que isso significa?
  • Existem outros problemas de saúde ou medicamentos que poderiam influenciar esse resultado?
  • A elevação no meu marcador tumoral muda meu tratamento?
  • Você usará esses marcadores para avaliar minha resposta terapêutica? O que você pretende acompanhar?
  • Qual será a periodicidade de verificação dos marcadores tumorais?

Exames de sangue para detectar tumores

Os marcadores tumorais que podem ser medidos no sangue incluem:

CEA (antígeno carcinoembrionário)

O marcador tumoral CEA serve para ajudar a determinar se um câncer está presente no organismo, embora não seja recomendado como um teste de triagem para a população em geral. Ele atua, também, como um monitor do tratamento oncológico, incluindo a resposta à terapia, e no auxílio da estagnação do câncer.

CA-125

O marcador tumoral CA-125 serve para monitorar o câncer de ovário e a sua recorrência. É indicado realizá-lo:

  • antes do início do tratamento oncológico;
  • quando há um alto risco para o desenvolvimento do câncer de ovário;
  • em intervalos, durante e após o tratamento.

CA-15/3 (antígeno de câncer de mama)

O marcador tumoral CA-15/3 serve para monitorar a resposta ao tratamento do câncer de mama e para verificar se há recorrência da doença. As mulheres que estão em tratamento para combater o câncer mamário devem realizá-lo periodicamente.

CA – 19/9

Este marcador tumoral é útil para diferenciar o câncer de pâncreas de outras doenças. Além disso, o exame monitora a resposta ao tratamento do câncer pancreático, além da sua recorrência.

CA – 72.4

Este é um marcador tumoral utilizado, principalmente, para detectar o câncer gástrico, além de doenças benignas como cirrose hepática e pancreatites. Contudo o CA – 72.4 reconhece, também, as neoplasias na mama, nos pulmões, no útero e nos ovários.

Cromogranina A (CgA)

Este é o marcador tumoral em circulação mais importante. Em exames de sangue, os níveis de CgA são mais elevados do que o normal em 60% a 80% dos tumores pancreáticos e tumores gastrointestinais funcionais e não funcionais.

Níveis de outros marcadores tumorais que são liberados por tumores funcionais e produtores de hormônios no sangue também serão testados. Caso os resultados desses exames sugerirem a presença de tumores, exames de imagem normalmente são realizados.

Outros exames de sangue podem incluir:

  • hemograma completo (HC);
  • testes de função dos rins (ureia e eletrólitos);
  • testes de função do fígado;
  • testes de função da tireoide;
  • exame de hormônios da hipófise, que mede o hormônio adrenocorticotrófico (HACT), prolactina, hormônio do crescimento (HC) e cortisol;
  • testes do nível de cálcio sérico e hormônio da paratireoide, para todos os pacientes com TNEs pancreáticos, como um exame de triagem da síndrome NEM-1;
  • NT pro-BNP – exame de sangue para verificar doença cardíaca carcinoide.

Exames de urina para detectar tumores

O 5-HIAA é um exame de urina de 24 horas que mede a quantidade de ácido 5-hidroxi-indolacético no organismo. Um nível elevado de 5-HIAA em uma amostra de exame de urina provavelmente confirmará se os sintomas da pessoa, como rubor da pele (especialmente do rosto) e diarreia, são decorrentes de um tumor cancerígeno.

Entretanto, esse exame pode não detectar outros tipos de tumores, como os pulmonares, pois eles não produzem 5-HIAA. Nesses casos, técnicas de imagem podem ser utilizadas para identificar tumores suspeitos de estarem alojados nos pulmões.

Para o exame de 5-HIAA, é solicitado evitar determinados alimentos, anteriormente, e por 24 horas durante o teste, por conterem substâncias que podem elevar de modo artificial os níveis de 5-HIAA e, assim, fornecer um resultado falso-positivo. Esses alimentos são:

  • chocolate;
  • azeitonas;
  • bananas;
  • abacaxi;
  • suco;
  • todos os produtos do tomate;
  • ameixa;
  • beringela;
  • abacate;
  • kiwi;
  • nozes;
  • castanha-do-pará;
  • castanha-de-caju;
  • chá;
  • café;
  • álcool.

Outro tipo de exame de urina de 24 horas é o Catecolaminas, que refere-se a um termo coletivo para os hormônios adrenalina, noradrenalina e dopamina. Altos níveis de catecolaminas na urina ou no sangue podem indicar a presença de tumores.

Falar pelo WhatsApp