Hanseníase: o que é, sintomas e como prevenir? - Laboratório Verner Willrich


Publicado em 31/01/2021

Hanseníase: o que é, sintomas e como prevenir?

Hanseníase: o que é, sintomas e como prevenir?

A Hanseníase é uma doença infectocontagiosa crônica e curável, que causa, lesões de pele e danos aos nervos. No passado, era mais conhecida como lepra, no entanto, o termo evoluiu, embora continue sendo muito estigmatizante. Atualmente, o número de casos no Brasil não é tão alto como décadas atrás, porém, a enfermidade é uma das prioridades do Ministério da Saúde. Segundo o Boletim Epidemiológico de Hanseníase 2020, o Brasil é o segundo maior país do mundo com casos de Hanseníase: em 2019, foram registrados 23,6 mil casos.

Neste artigo, você vai conhecer sobre o que é a hanseníase, quais são os sintomas, como funciona o tratamento e a prevenção. Continue lendo:

O que é a Hanseníase?

A Hanseníase é uma doença infectocontagiosa causada pela bactéria Mycobacterium leprae, ou bacilo de Hansen. Ela costuma evoluir lentamente no corpo do paciente, possuindo um período de incubação que vai de 6 meses a 6 anos.

Quais são os sintomas

Essa doença ataca principalmente a pele, porém, também pode afetar os nervos periféricos e também causar complicações em outros órgãos. Confira os principais sintomas da Hanseníase:

  • Manchas em qualquer parte do corpo;
  • Perda ou alteração de sensibilidade ao calor, dor ou tato;
  • Formigamentos, choques, agulhadas, câimbras ou dormência nos braços e pernas;
  • Diminuição da força muscular;
  • Aparecimento de caroços ou inchaços nas partes mais frias do corpo (orelhas, mãos e cotovelos);
  • Dor nos nervos;
  • Pele ressecada e que não sua;
  • Queda de pêlos;
  • Coceira ou irritação nos olhos;
  • Entupimento, sangramento ou ferida no nariz

Tratamento da doença

A Hanseníase pode ser classificada em 2 formas clínicas: paucibacilar e multibacilar. Ambas possuem cura, mas o que as diferencia, nesse sentido, é o tempo de tratamento. Enquanto o da Hanseníase paucibacilar leva até 6 meses, a multibacilar pode chegar a 1 ano de tratamento. São administrados antibióticos, que podem ser prorrogados ou substituídos ao longo do período terapêutico – tudo vai depender da situação de cada paciente. O tratamento é eficaz, gratuito e realizado por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

Como funciona a transmissão

Essa doença é contagiosa e tem o ser humano como o principal reservatório natural da bactéria Mycobacterium leprae. A transmissão é feita por via respiratória, quando há contato muito próximo com algum portador da doença do tipo multibacilar. É importante ressaltar que, após a primeira dose da medicação, não há mais risco de transmissão e o paciente pode conviver normalmente em meio à sociedade.

Como se prevenir da Hanseníase

Não há um método preventivo específico contra a Hanseníase, no entanto, práticas saudáveis podem ajudar a manter a imunidade alta. Ter uma alimentação adequada, praticar atividades físicas, manter uma boa higiene e evitar álcool e cigarro são ótimas sugestões que você pode aderir. Além disso, é importante ter em mente que o diagnóstico precoce e o tratamento adequado auxiliam a ter uma resposta positiva do seu corpo caso seja acometido pela doença.

O exame clínico e a indicação da vacina BCG para melhorar a resposta imunológica dos contatos do paciente também é bastante importante. No entanto, o médico também pode solicitar exames laboratoriais, como pesquisa direto da bactéria na linfa ou por meio de biópsia.

Este foi o nosso artigo sobre a Hanseníase. Nós esperamos que, com este conteúdo, você tenha entendido o que é a doença, quais são seus sintomas e como funciona o tratamento e prevenção. Ao se deparar com alguns dos sintomas, procure sempre um médico assim que possível.

 

Gostou do conteúdo? Fique de olho em nosso blog para mais assuntos como este. Até a próxima!

 

    Inscreva-se em nossa newsletter

    Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.