5 dúvidas sobre amamentação e leite materno - Laboratório Verner Willrich


Publicado em 20/05/2020 - Atualizado 26/06/2020

5 dúvidas sobre amamentação e leite materno

5 dúvidas sobre amamentação e leite materno

Muitas mães possuem várias dúvidas sobre como amamentar corretamente o seu bebê, ou então sobre situações que acontecem no dia a dia envolvendo essa prática tão linda e essencial para a saúde dos filhos. Seja mãe de primeira viagem ou uma mãe já mais experiente – todas vão ter dúvidas ao longo de suas jornada como mães.

No artigo de hoje, o LabVW preparou um texto com 5 dúvidas sobre amamentação e leite materno que você pode ter. Leia com a gente:

Quando é o melhor momento para amamentar?

É importante que o bebê tenha contato com a mãe já na primeira hora de vida. É necessário o contato de pele com pele, para que o bebê crie reflexo e mame. No entanto, na primeira tentativa de mamar, ele não irá sugar exatamente leite, mas sim um líquido chamado “colostro”, que é rico em anticorpos e nutrientes (essencial para ele). Depois, deve sair uma pequena quantidade de leite das mamas – mas que é o suficiente para a saúde do bebê. Nos próximos dias, irá acontecer a fase de preparação das mamas para a produção de leite maduro.

Quantas vezes um bebê deve mamar por dia?

O bebê deve mamar sempre que tiver vontade. Você vai perceber isso com os sinais que ele demonstra, como o choro, a busca dos seios quando está em seu colo, agito dos mãos e braços, etc. Como cada criança tem seu ritmo de vida diferente, não há como padronizar um “número” de vezes que isso acontece – mas o esperado é que o bebê mame de 8 a 12 vezes por dia, e que cada rodada dure em torno de 15 a 20 minutos.

 Mulheres que estão amamentando podem ingerir bebidas alcoólicas?

Não, mesmo que seja em pouca quantidade. O álcool passa totalmente pelo leite materno durante a sua “jornada” pelo corpo, por isso, não é recomendado beber durante a amamentação.

É normal sentir dor no seio quando o bebê estiver mamando?

Não. O normal é sentir uma sensibilidade no início da amamentação, mas a dor não é normal. Inclusive, ainda na maternidade, os especialistas devem ajudar a ajustar a melhor forma do bebê mamar e também a “pega”.  Se ocorrerem fissuras e rachaduras nos seios, é porque o bebê não está conseguindo pegar o peito de maneira correta, não abocanhando muito bem a aréola. Se isso acontecer, procure pelo seu médico.

Como deixar os mamilos mais resistentes?

Pequenas e simples ações podem te ajudar a criar mais resistência em seus mamilos. Como por exemplo, antes do bebê nascer, faça o exercício de furar um sutiã bem no centro, a fim de deixar os mamilos destampados. Eles irão tocar levemente na blusa, criando uma resistência maior na região com o passar do tempo. Outra ideia é pegar sol nos mamilos por 15 minutos todos os dias.

Essas foram 5 dúvidas sobre amamentação e leite materno que muitas mamães possuem ao ficarem grávidas ou receber os seus bebês. Quer ler mais conteúdos como este? Então fique de olho em nosso blog. Até a próxima!

    Inscreva-se em nossa newsletter

    Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.