AVC isquêmico e hemorrágico: conheça as diferenças entre eles

25.03.2018 | por

AVC isquêmico e hemorrágico: conheça as diferenças entre eles

AVC isquêmico e hemorrágico: conheça as diferenças entre eles

O AVC isquêmico e hemorrágico são os dois principais tipos de acidente vascular cerebral (AVC) que uma pessoa pode sofrer. O que ocorre com maior frequência é o AVC isquêmico, geralmente desencadeado por uma trombose ou embolia cerebral, ou por um bloqueio que afeta os pequenos vasos sanguíneos.

Já o AVC hemorrágico tem como causas principais as hemorragias intra-cerebral, ou seja, que acontece no interior do cérebro, e subaracnóidea, que ocorre na região localizada entre o cérebro e o crânio.

As diferenças entre um AVC isquêmico e hemorrágico dificilmente são percebidas pelas pessoas próximas a quem sofre um acidente vascular cerebral. O tipo de AVC só pode ser detectado com a realização de uma tomografia.

O que pode ser feito, de maneira rápida para confirmar que a pessoa está tendo um acidente vascular cerebral, são alguns testes simples, caso surja alguma suspeita. Por exemplo, pedir para a pessoa sorrir, fechar os olhos ou levantar os braços. O AVC paralisa um dos lados do corpo e nenhuma dessas simples ações pode ser realizada pela pessoa que apresenta a condição.

Uma pessoa que sofre um acidente vascular cerebral também apresenta redução de consciência, alterações na fala e dificuldades visuais.

Em casos de acidente vascular cerebral, o socorro médico deve ser imediato.

Características do AVC isquêmico e hemorrágico

É importante entender o que provoca o AVC isquêmico e hemorrágico, até para buscar formas de preveni-los.

O AVC isquêmico

O AVC isquêmico surge devido à interrupção ou à diminuição do fluxo de sangue no cérebro, geralmente provocada por um coágulo que obstrui uma das artérias responsável por levar sangue para o órgão ou por uma insuficiência circulatória. Nesses casos, o tratamento é feito com medicamentos anticoagulantes.

AVC hemorrágico

Rompimento de aneurisma, dilatações nas artérias e hipertensão são as causas mais conhecidas do AVC hemorrágico subaracnóidea. Ele provoca o vazamento de sangue no espaço entre o cérebro e o crânio.

No caso do AVC hemorrágico intra-cerebral, é o envelhecimento dos vasos ou a hipertensão crônica que propicia o derramamento de sangue no interior do cérebro.

A condição pode ser tratada de forma clínica ou cirúrgica. Esta última alternativa é usada para remover o sangue de dentro do cérebro e aliviar a pressão dentro do crânio.

O que fazer para prevenir

  • Controlar a pressão arterial, colesterol e triglicerídeos.
  • Pessoas com diabetes precisam manter a doença controlada.
  • Praticar uma atividade física por cerca de meia hora, todos os dias.
  • Manter o peso ideal.
  • Não fumar.
  • Não consumir bebidas alcoólicas.
Falar pelo WhatsApp