Como se preparar para um exame laboratorial? - Laboratório Verner Willrich

Por: - Farmacêutica Bioquímica - CRF-SC 3380
Publicado em 18/02/2019 - Atualizado 30/08/2019

Como se preparar para um exame laboratorial?

Como se preparar para um exame laboratorial?

Ao realizar um exame laboratorial é muito importante ter atenção a algumas orientações informadas pelo laboratório. Caso algumas das recomendações não sejam seguidas, os resultados dos exames podem ser alterados ou nem mesmo poderá ser realizado.

Por isso, nesse artigo listamos alguns requisitos indispensáveis para fazer um exame laboratorial e evitar que os resultados sejam alterados.

5 recomendações para um exame laboratorial

A informações da análise laboratorial é essencial para colaborar com o diagnóstico e tratamento individualizado para a sua saúde. Portanto, além das orientações do profissional da saúde, é necessário que o paciente leia atentamente às indicações do laboratório para evitar erros que podem interferir no resultado de um exame laboratorial.

Confira as recomendações gerais para você se preparar para o seu exame.

Relatar o uso de medicamentos

Antes de realizar qualquer tipo de exame, é indispensável que o paciente informe ao laboratório os medicamentos que estão sendo utilizados. É importante que isso também seja feito no momento da consulta médica, pois o médico responsável orientará a melhor maneira de realizar o teste laboratorial.

Além disso, caso o medicamento utilizado gere interferência nos resultados, somente um médico poderá suspender o uso do remédio temporariamente.

Respeitar o jejum

A atenção ao jejum é um ponto muito importante no momento de realizar os exames laboratoriais e não cumpri-lo pode trazer informações falsas sobre o resultado.

Por exemplo, nos exames de colesterol, exame de triglicérides e exame de glicemia podem apresentar valores anormais sobre a saúde do indivíduo. Por isso, respeite o jejum solicitado pelo médico e pelo laboratório.

De maneira geral, o jejum é destinado à abstenção alimentar completa, exceto pela ingestão de água, que está liberada na maioria dos exames. Entretanto, cada exame pode exigir uma especificidade de jejum, assim como podem apresentar outras orientações específicas, como a abstenção de alimentos específicos, bebidas alcoólicas, atividade física ou relações sexuais.

Em caso de exames realizados em crianças e mulheres grávidas, a orientação do jejum pode ser diferente para cada exame e deverá ser prescrita pelo médico responsável.

Saiba a importância do jejum para os resultados do seu exame com a farmacêutica Adriana Sedrez, responsável técnica pelo LaVW.

Dispense o primeiro jato da urina

Ao fazer exames de urina, todo laboratório recomenda desprezar o primeiro jato da urina. Isso acontece porque esse jato inicial pode conter secreções e células presentes na uretra e alterar o resultado do teste.

Assim sendo, deve ser considerado o jato médio da urina, aquele que vem entre o primeiro e o último. Essa é a parte em que o material analisado apresenta as melhores informações sobre a urina.

Utilize frascos limpos para a coleta

Os exames em que a coleta é realizada pelo próprio paciente, como o exame de fezes e de urina, deve ser armazenados em frascos limpos e frescos, fornecidos pelo laboratório. Isso evita a contaminação com outras substâncias que possam alterar o resultado.

Escolha o dia certo para o exame

No caso das mulheres, a menstruação pode provocar alterações nos exames. Por exemplo, para os testes de fertilidade, os exames que dosam a progesterona e estradiol podem apresentar resultados alterados, de acordo com o dia da menstruação.

Da mesma forma, para diagnosticar a hipertensão, a aldosterona é a substância coletada para análise. Deve ser observado que, na fase pré-ovulatória do ciclo, os índices da substância tendem a estar muito mais altos, o que pode interferir nas informações analisadas.

Além disso, diversos outros exames podem ser alterados mediante o ciclo menstrual. Por isso, é importante que toda mulher tenha as anotações sobre o seu ciclo menstrual no momento de fazer os exames.

No caso dos praticantes esportivos, é necessário ficar atento aos exames que serão realizados. Alguns exames, como CPK e PSA, exigem repouso de, no mínimo, um dia para que os resultados não apresentem resultados alterados. Entenda mais no vídeo!

 

Esteja preparado para o exame

Essas recomendações são apenas algumas das principais para evitar alterações nos resultados. Ao fazer qualquer teste laboratorial, procure se informar sobre os pré-requisitos para aquele determinado exame.

É importante reforçar que no dia do procedimento é necessário levar um documento com foto, para que não haja problemas de identificação. Ele é imprescindível para a realização dos exames!

Quer saber mais sobre como se preparar para seu exame? Entre em contato com a equipe do LabVW para tirar suas dúvidas sobre os exames laboratoriais realizados em nossas unidades.

Aproveite também para fazer o download do nosso guia Tudo o que você precisa saber para acertar na escolha do seu laboratório de análises clínicas”.

    Inscreva-se em nossa newsletter

    Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.

    Material escrito por:
    Farmacêutica Bioquímica - CRF-SC 3380

    Adriana Helena Sedrez é farmacêutica bioquímica especialista em Microbiologia Clínica pela PUC-PR. Na LabVW, Adriana coordena o setor de Hematologia Clínica, é gerente de Recursos Humanos e responsável pelo Atendimento ao Cliente.