Teste de paternidade - Laboratório Verner Willrich

Teste de paternidade

Teste de paternidade

Atualmente, o teste de paternidade por meio do exame de DNA é o método mais seguro e eficiente,  com resultados próximos ou iguais a 100% de certeza. O exame é realizado por meio da comparação de marcadores genéticos, entre duas ou mais amostras biológicas. Dessa maneira, pode-se comparar as amostras, já que o DNA está presente em todas as células do corpo humano.

Ouça este conteúdo 

 

 


Sendo assim, o teste de paternidade por meio do exame de DNA pode ser feito a partir de um fio cabelo, saliva ou pelo sangue do requerente (filhos) e do requerido (pai). Após a coleta, o DNA é extraído e ampliado, em uma técnica conhecida como PCR (reação em cadeia polimerase). Assim, verificam-se marcadores genéticos específicos, sendo possível observar as semelhanças e diferenças entre os indivíduos.

Como é feito o teste de paternidade pelo exame de DNA?

O teste de paternidade pelo exame de DNA pode ser feito de duas formas: o teste de paternidade DUO ou o teste de paternidade TRIO. Ambos os exames verificam, pelo menos, 16 regiões polimórficas do genoma e o marcador sexual. Os resultados são apresentados por meio de cálculos comparativos de probabilidade.

No teste de paternidade DUO, colhem-se apenas duas amostras de DNA: a do(a) filho(a) e do suposto pai. Já no teste de paternidade TRIO, são colhidos DNA da mãe, do(a) filho(a) e do suposto pai.

Teste de paternidade em grávidas

O avanço dos exames de DNA permitiu que o teste de paternidade seja realizado em mulheres ainda grávidas. Contudo, qualquer procedimento realizado em grávidas deve ser feito com muito cuidado, uma vez que, dependendo das circunstâncias envolvidas, o teste de paternidade em mulheres nessas condições pode aumentar os riscos de aborto, além de oferecer outros problemas para o feto e mãe.

Leia também: Exame de DNA pode ser feito na gravidez?

Há quatro tipos de exames para testes de paternidade em grávidas, com métodos invasivos e não invasivos, entre eles:

  • Teste de paternidade por amniocentese: realizado entre a 14ª e 28ª semana de gestação, é feito por meio da coleta do líquido amniótico;
  • Teste de paternidade por cordocentese: realizado a partir da 29ª semana de gestação, é feito por meio da coleta do sangue do feto, pelo cordão umbilical;
  • Teste de paternidade por vilo-coria: realizado entre a 11ª e a 13ª semana de gestação, é feito por meio da coleta de amostras da placenta;
  • Exame de paternidade não invasivo: não traz riscos para o bebê ou para a mãe. É feito a partir da coleta de sangue materno.

Solicite o agendamento do seu exame de DNA nos laboratórios LabVW ou agende sua coleta domiciliar.

Voltar

Conheça nossas unidades!

Elas estão estrategicamente localizadas para que possamos estar mais próximos de você.

Ver unidades

Atendemos você na hora!

Você pode agendar o melhor dia e horário para a sua coleta, na unidade em que preferir.

Agendar coleta